Artigos, Mensagens YEHUÁ, Xamanismo: Sabedorias Ancestrais

Águia Solar: Levanta, Salta e Voa!

A energia da águia representa a força do Grande Espírito, a conexão direta com o Divino, a ponte entre o céu e a terra. É a capacidade de viver na esfera espiritual e, ainda assim, ter os pés no chão, continuar ligado com equilíbrio à vida.

No sistema de crenças das tribos norte-americanas, a Águia simboliza o estado de graça obtido por intermédio do trabalho árduo, destinado à liberação dos poderes individuais latentes no âmago do ser. Somente depois de ter experimentado os altos e baixos da existência, sem esmorecer na fé da sua conexão pessoal com o Grande Espírito, é que o indivíduo pode obter o “direito de aprender” – estar apto – a utilizar a magia de cura da Águia.

Se você tem andado nas trevas da ilusão, a medicina da Águia pode iluminá-lo. Ela ensina a olhar de um plano mais alto, a tocar o Avô Sol com seu coração e a amar tanto a sua luz quanto as suas sombras – aprender a reconhecê-las, transformá-las e integrá-las a um novo Eu. Quando for capaz de perceber a beleza oculta e a utilidade tanto da luz quanto das sombras em sua caminhada, você será capaz de alçar vôo para uma dimensão além da qual sua mente está, assim como a águia.

Com os olhos da águia podemos ver com a visão da Luz Solar, clareando a verdade na escuridão da ilusão. Esta visão clara permite-nos ver além do que os olhos físicos podem ver, à distância para enxergar a nossa própria vida, livre de preconceitos e preocupações, de julgamentos e limitações. Este, com certeza, é um estado de Ser, um estado de espírito, onde o silêncio da mente se faz presente para perceber o que a alma quer nos dizer, para onde quer nos guiar. Permite-nos voar longe dos limites dos detalhes, focando nas nossas prioridades e desenvolvendo nosso espírito.

A Águia ensina a ampliar a percepção sobre nós, além dos horizontes visíveis. Ensina a atacar nossos medos pessoais – rejeição, abandono, julgamento, medo do desconhecido – e seguir com coragem e persistência para acessa-los e compreendê-los, muitas vezes trazendo à superfície aquilo que evitamos olhar, que adiamos por muito tempo, abrindo aquelas gavetas antigas dos armários do passado onde deixamos tarefas prometidas e inacabadas, medos e bloqueios guardados, contratos que já não servem mais e que precisam ser desfeitos, travas emocionais que impedem o nosso progresso no agora.

Os nativos americanos associam a Águia ao Poder de Wabun: Espírito Guardião da Direção Leste. Wabun tem o poder dos novos começos. Marca o renascimento, tudo o que precisa renascer, frutificar, florescer, permitindo vermos mais claramente e com perspectivas mais amplas. É o pássaro mensageiro do Grande Espírito, levando mensagens dos homens para o Criador e do Criador para os homens.

Na sintonia desta medicina, presenteio você com esta mensagem canalizada a partir de minhas conexões com Mentores Espirituais, Guardiões e Guardiãs da Vida que nos assistem, nos amparam, nos sustentam, nos ensinam e nos sintonizam às belas e profundas sabedorias ancestrais através desta Mensageira do Espírito!

Após momentos de grande dificuldade, desafios e tempestades que todos vivenciamos, ainda colhendo os frutos da pandemia, meu sincero desejo que estas palavras possam inspirar você a sair da sua zona de conforto, a ir em direção às mudanças que você quer para si, a enfrentar os seus medos, bloqueios e travas emocionais, a ir de encontro àquele desconhecido que chama, aquele chamado da alma para fazer diferente neste Novo Ano! Todos somos o espírito da Águia Solar! E em determinado momento da nossa jornada, o desconhecido vai nos desafiar, vai nos chamar e nos dizer: Levanta, Salta e Voa! Namaste!

“Guardiã da Vida, Guardiã do Fogo, Águia Solar!

Levanta! Levanta e segue! Levanta e Salta!

O novo caminho já é em sua frente!

Levanta, segue, confia e caminha! É só caminhar.

Passo por passo, com firmeza e coragem, caminha.

Quando o caminhante está pronto, o caminho aparece.

Com presença a alma guia, o coração aquece, as raízes fortalecem.

Com calma o coração pacifica, a mente descansa, o corpo regenera.

A espiritualidade, a magia do amor e da cura sustentam. 

O calvário e as cruzes que deixou até aqui trouxeram a você um novo olhar,

um novo caminhar: o corpo, a mente e o espírito renovar e libertar. 

Nos ninhos ancestrais e nas raízes profundas da magia da Mãe Terra 

você foi acolhida, guiada, sustentada e transformada 

para como a fênix renascer de uma terra antes desértica,

hoje fértil, vital, florida e perfumada: a terra do seu coração. 

Com bondade e humildade, respeito e amor, paciência e resiliência segue.

Levanta a sua bandeira e o seu olhar para tudo o que estiver interconectado

às intenções do Bem que conforta, da Paz que acalenta, do Amor que liberta, 

do Silêncio que acalma, da Luz Acesa do Espírito que centra e direciona 

com clareza e verdade, discernimento e sabedoria ao longo da jornada.

Nos percalços em seu caminho você aprendeu a saltar.

Saltar por sobre as pedras, os espinheiros,

os galhos e folhas que se acumularam na curva do rio,

os julgamentos e injúrias, as injustiças e promessas vazias,

o egoísmo, a inveja e a competitividade;

Saltar pelos territórios ocupados por falsos deuses e falsos profetas

com discursos belamente alienantes, 

mascarados de beleza deturpada pela necessidade de poder, 

de controle, de manipulação e interesses próprios. 

Nos desafios que a própria alma reservou, você aprendeu a soltar.

Soltar-se do que não compete a você resolver, responsabilizar-se, 

agarrar-se para salvar ou apegar-se para harmonizar.

Aprendeu a deixar ir, a desapegar com humildade, 

a não querer carregar tudo nas costas para aliviar o outro,

a não sentir-se onipotente, nem a desejar aquilo que não tem o merecimento de receber.

Aprendeu a se abrir: Abrir-se para receber o que é seu por Direito Divino.

Abrir-se para o que importa, para o aprendizado humano em sintonia à alma. 

Aprendeu a unificar, integrar as sombras para acender a sua Luz 

na obscuridade dos recantos de si, antes não vistos ou esquecidos.

Aprendeu a receber o que é seu por merecimento, por labuta, por dignidade,

porque no seu coração a vida que pulsa e o sol que nasce com alegria é para todos:

vivificante torna a experiência de Vida dos que cruzam o seu olhar e caminho.

Aprendeu a transmutar os sentimentos inferiores e as emoções transitórias, 

que como o fogo que queima e a ferrugem que dissolve, 

enfraquecem o espírito porque exaurem a mente, 

tirando do corpo a energia motriz para o progresso seguir seu curso.

Aprendeu que tendo cada um o seu caminho, a sua missão e o seu tempo de evolução,

precisam ter respeitadas as suas escolhas, mesmo parecendo desarmoniosas. 

Quando não existem ouvidos e coração para escutar a voz da alma,

para os que estão na inércia da sua zona de conforto,

nenhuma ajuda e auxílio parecem ser bem vindas.  

A prova de fogo que vem para cada um, às vezes, vem com um descaminho,

para cair primeiro e levantar depois, com mais força e sabedoria,

compreendendo que a ajuda sempre vem depois da queda. 

Aprendeu a conduzir suas intenções, energia e objetivos para uma direção:

apontar uma flecha no alvo de cada vez para manter o foco,

observando com sabedoria que quanto mais se aprende, se estuda

e se busca viver o autoconhecimento, a autocura,

a autorresponsabilidade e o auto-amor, 

espargindo essas sementes fortalecedoras do poder pessoal, da consciência, 

mais nos tornamos aprendizes nesta espiral infinita do conhecimento,

dos nossos oceanos internos e do universo que nos cerca. 

Aprendeu que quanto mais mestre de si, mais humildes nos tornamos

porque sabemos quão pouco ainda sabemos e o quanto ainda temos para aprender.  

Então, Águia Solar, Levanta e Segue!

Não se acomode por muito tempo nos processos de morte-renascimento.

Vida é movimento! E é no movimento da vida

que a roda da prosperidade e do progresso gira, 

que a saia da alegria roda, na roda do fogo ancestral sagrado,

na chama divina do coração sempre acesa, 

nos dons, nos talentos e na criatividade da alma

que quando expressa pulsa, irradia, vivifica

e esparge frequências de Paz, de Amor e de Felicidade em sincronia.

O ninho onde você deixou seu bico,

suas antigas penas, suas garras do passado

já não serve mais para o seu novo Eu, o seu novo vôo. 

Agora, renovada, mais forte e sábia, busca por um novo caminho. 

Águia Solar, Levanta, Salta e Voa!”

Mensagem de ©YEHUÁ – canalizada por Luciane Strähuber

(Todos os Direitos Reservados – permissão para compartilhar respeitando os créditos)

Conheça o Purificador de Ambientes da Kaeté Alquimia:

Águia, a Mensageira do Espírito

Deixe um comentário com amor!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.