Artigos, Mensagens YEHUÁ

O Tilintar Cristalino do Som dos Ventos: Você é capaz de ouvi-los?

Photo by Antonina Bukowska

Na estação da exuberância das flores e das cores, da refrescância das chuvas e dos ventos, do alegre canto da passarinhada e das brisas perfumadas, convido você a exercitar a clariaudiência: ouvir os sons cristalinos das esferas que habitam a Mãe Natureza. 

Nossos ouvidos contêm em si microcristais, capazes de alterar o estado de consciência em momento de profunda meditação. Quando atingimos esse estado alterado de consciência naturalmente, entramos em sintonia com frequências sonoras jamais ouvidas em meio ao burburinho da rotina, ao som estressante do trânsito ou ao excesso de tecnologia. A biofonia, presente nos reinos naturais, encerra em si uma grande sinfonia: “cotonetes gratuitos” para os nossos ouvidos e detergente para a nossa mente e espírito.

Comece, então, pela medicina que habita dentro do som dos ventos. Em dias chuvosos ou ensolarados, com brisas frescas, planeje um momento introspectivo para esse exercício. Prepare o ambiente para que você se sinta confortável e possa mergulhar para dentro dos seus oceanos internos. Desligue-se da tecnologia, reduza o excesso de luminosidade, use roupas confortáveis, prepare um chá de ervas calmante, reduza o ritmo…silencie-se.

Entre no seu silêncio interior e procure um espaço “sem mente”, sem pensamentos e preocupações. Pode ser que esse estado leve tempo para ser alcançado. Mas, você saberá quando chegar nele: é o mesmo que estar em meio à imensidão e às profundezas do mar sem ouvir as ondas. Aqui, você estará em processo de aprender a ouvir os sons que ocorrem em outras dimensões, ativando sem esforço os cristais presentes em seus tímpanos.

Alguns cientistas já comprovaram a existência de cristais de apatita e calcita também na glândula pineal. Agora, é sua a descoberta do que eles podem fazer por você, auxiliando-o a relaxar, a recarregar as baterias, permitindo-se entrar em sintonia com uma ressonância interior e universal, capaz de reorganizar a sua energia e geometria interior.

À medida que você exercitar momentos isolados e contínuos de meditação, com entrega total, silêncio e desconexão de todo tipo de distração, seus ouvidos começarão a aprender a ouvir, não apenas a escutar. Tilintares cristalinos, à semelhança de sinos tibetanos e sinos dos ventos, serão percebidos por você. A música das esferas da natureza começará a ser revelada à medida que você exercitar estar presente de corpo-mente-alma. Você será capaz de ouvir sons nunca antes ouvidos.

Assim como os pássaros, temos o nosso próprio som original ressoando em várias partes do nosso corpo e do nosso ser, só não fomos ensinados a ouvi-los, nem percebê-los. Precisamos apenas aprender a reativá-los. E com isso, teremos compreendido o que significa sermos parte de um todo, de uma orquestra sinfônica perfeita que, à cada momento, permanece criando a vida em toda a sua forma, cor, perfume, beleza e amor!

Esse aprendizado pode requerer tempo. Para aprender algo novo é preciso desaprender algo velho. Precisamos desaprender a escutar com a mente e aprender a ouvir com a alma presente. Como Clarissa Pínkola diz, em sua obra eternizada Mulheres que correm com os lobos: “Quando afinamos a intuição, somos como a noite estrelada: fitamos o mundo com milhares de olhos.” Aqui, completaria dizendo: quando afinamos a percepção, somos como um telespectador diante de um maestro: ouvimos a orquestra da natureza e das espirais da criação com milhares de sons.

Mensagem de ©YEHUÁ  – Por Luciane Strähuber

Deixe um comentário com amor!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.