Artigos, Feminino Sagrado, Filmes, Vídeos e Documentários: Universo Feminino

Filmes, Documentários e Seriados que abordam o Feminino – Parte 4

Gillian Anderson (atriz interpretou a personagem: Dana Scully em “The X-Files”)

Aproveitando esse momento em que muitos de nós permanecemos a maior parte do tempo em isolamento e no home office, e seguindo as pesquisas sobre filmes, documentários e seriados que abordam temas pertinentes sobre o universo feminino, relaciono nesse artigo mais uma lista de sugestões.

O objetivo investigativo e contínuo desse tema é sempre direcionar o olhar para conteúdos que primem por aspectos essenciais e de cunho social, que gerem reflexão, que tenham profundidade emocional, que tragam conscientização e que possibilitem mudanças de opinião e comportamento. Mesmo o foco sendo sobre a representatividade feminina, os temas abordados também tratam sobre igualdade de gênero, inclusão social e equidade étnica e de raça.

Para esclarecer um pouco mais sobre como estão os índices dessa representatividade nas mídias, relaciono uma base de pesquisa desenvolvida pelo Geena Davis Institute, uma Fundação sem fins lucrativos nos EUA dirigida pela atriz Geena Davis. A Instituição é especializada há mais de 28 anos na análise de personagens em vários tipos de mídias de comunicação.

Foto por Joshua Abner em Pexels.com

Nas pesquisas, são levadas em consideração a representatividade de: pessoas com deficiência física, mulheres de diferentes faixas etárias (incluindo as acima de 50 e 60 anos), público LGBT, personagens de raças e etnias de diferentes partes do mundo, mulheres que não se encaixam no padrão de beleza “Barbie” (por exemplo, aquelas que tem um padrão corpóreo mais robusto e, nem por isso, são menos lindas), mulheres que lideram grupos, que ocupam profissões “não domésticas”, entre outros. Os gráficos com o resultado da pesquisa relativo às personagens femininas podem ser encontrados aqui.

Tendo em vista as indecisões que ainda permeiam o cenário cinematográfico, assim como a abertura dos cinemas e, ao mesmo tempo, os casos escandalosos sobre abuso sexual – não apenas de mulheres, mas também de crianças – tenho percebido uma demanda muito pequena de conteúdo de qualidade vindo à tona, tanto para filmes quanto para seriados de TV, onde muitas companhias se valem desse momento de fragilidade emocional e incertezas para focar na quantidade e na oferta do “parece bom, mas não é”.

Pensando nisso, também fui atrás de pesquisas sobre filmes e vídeos que envolvem projetos alternativos, sociais e culturais em âmbito global, criados principalmente pelo público jovem de várias partes do mundo – nossos futuros cineastas e, talvez, líderes de opinião no seu país ou comunidade – o projeto Malala, por exemplo, elucida bem esse caso (o trailer do documentário “Malala” você encontra mais abaixo).

Foto por Ganta Srinivas em Pexels.com

Por um lado, encontrei conteúdos de grande sensibilidade, dignos de serem mencionados e reconhecidos, como foi o caso do projeto PLURAL Plus. Por outro lado, um pesar na alma por ainda ver os jovens de diferentes raças e etnias sendo julgados, agredidos e excluídos pela cor da pele, pelas suas raízes culturais, pela sua forma de vestir, sentir e pensar.

Num momento planetário como este, precisamos encontrar pérolas em meio a tanto lixo midiático, além de conscientizar, educar e levar adiante valores que foram esquecidos por muitos que integram as novas gerações, que se referem à igualdade social, racial, étnica e de gênero: o eterno respeito às diferenças. Em tempos de haters, tik tok, selfies anti-éticas, influencers e you tubers pagos para disseminar informação ruim, estejamos unidos para compartilhar e disseminar informação de qualidade, com essência e verdade! Namaste! ❤

1. Modern Love (Amor Moderno – Seriado da Amazon Prime – 2019) – Baseado em histórias reais, o seriado traz abordagens muito maduras e corajosas sobre a representatividade das muitas formas de amor entre pessoas de diferentes idades e realidades. Além dos episódios serem muito bem dirigidos e conterem profundidade emocional, os atores estão maravilhosos em seus papéis. A Série aborda temas como bipolaridade, gravidez sem planejamento, mulheres que se candidatam para serem “barrigas de aluguel”, processo de adoção por casal homossexual, entre outras histórias nada convencionais, mas surpreendentes. Vale à pena ver e rever!

2. Little Women (Adoráveis Mulheres – 2019) – Filme baseado em livro. Maravilhoso para gerarmos reflexões sobre os papéis femininos, os padrões familiares e os valores da época para as mulheres, alguns que permeiam a sociedade até hoje.

3. Marryage Story (História de um Casamento – 2019): Seriado é um retrato profundo e sensível de um casal que tenta manter a família unida mesmo em meio ao processo doloroso de uma separação. É uma oportunidade para avaliarmos e refletirmos sobre padrões psicológicos, de comportamento e pensamento herdados ou desenvolvidos ao longo da vida. Do diretor indicado ao Oscar: Noah Baumbach, Scarlett Johansson e Adam Driver arrebentam em cenas viscerais.

4. BombShell (O Escândalo – 2019) – Filme/ Documentário baseado na história real de jornalistas que trabalharam na Fox News Americana e que foram vítimas de abuso sexual. As atrizes estão impagáveis nos seus papéis, trazendo reflexões e críticas fortes sobre o assunto dentro do universo das grandes empresas de notícias.

5. The Goop Lab (Netflix – 2020) Para as mulheres, do ponto de vista terapêutico, recomendo o Episódio 4: “The pleasure is ours” (O Prazer é nosso) – Seriado com Gwyneth Paltrow. A Série virou polêmica e não está sendo bem aceita pela comunidade médica por não apresentar claramente os riscos à saúde de certas terapias mencionadas, fora alguns absurdos de tratamento extremamente invasivos do meu ponto de vista como terapeuta integrativa. Sugiro o Episódio 4 como forma de autoconhecimento feminino, primando pelo exercício do auto-amor e do auto-cuidado que toda mulher deve ter por si. Além de conter seriedade sobre o tema, é divertido.

6. MALALA (2017): Sempre volto a citar esse documentário nas abordagens sobre o tema. É encantador, chocante e profundo. Conta a história de Malala – primeira jovem vencedora do Prêmio Nobel da Paz – sua força interior, a recuperação após um atentado à sua vida e o seu propósito: a luta pela educação de meninas e mulheres residentes em terras dominadas pelo Talibã até hoje. Observação: dentro do documentário, você também pode encontrar o livro sobre a sua biografia e história.

7. We are Enough: A Message of Girl Empowerment (2019): Vídeo premiado em caráter global pelo Projeto Plural Plus [By Lina Abojaradeh (Jordan). Apenas em inglês]. Sinopse: Em carta aberta à sociedade, uma jovem mulher reflete sobre as expectativas da sociedade colocadas sobre meninas e mulheres, combinando arte, animação, poesia e profundidade emocional. [Prêmios: PLURAL+ 2019 International Jury Award (18 to 25 years old category) | PLURAL+ 2019 Global MEC Award].

8. HOME (Apple TV – 2020): Documentário e seriado sobre projetos maravilhosos e essenciais de arquitetura sustentável, cujo conceito é o de envolver a comunidade para gerar emprego e renda aos trabalhadores locais. Em vários episódios, mulheres lideram os projetos mais audaciosos e criativos apresentados – alguns obtiveram prêmios internacionais.

9. The Baby-Sitters Club (O Clube das Babás – 2020) – Seriado de Rachel Shukert: mesma autora e produtora da Série GLOW. A Série é baseada num livro e acompanha as relações e experiências de um grupo de melhores amigas do ensino médio, e os desafios inerentes ao início de seus negócios de babá. O foco da mensagem é o empoderamento feminino e o empreendedorismo, destacando realidades sociais sobre famílias de pais solteiros, deficiências, bullying e pertencimento. O positivo aqui é que essas jovens não estão objetificadas ou sexualizadas, tanto quanto vemos em outras produções…por enquanto.

10. MULAN (Produção Dysney Studios – 2020): o filme foi lançado agora em setembro, nos EUA. No Brasil, é provável que chegue aos cinemas no final deste ano. Segundo notícias, o filme recebeu censura da própria China quanto ao lançamento. Contudo, por pessoas que assistiram nos EUA e com as quais dialoguei, o comentário é que o filme é uma obra de arte em si, com fotografia digna de Oscar. Além de atores de primeira linha, aborda valores importantes que geraram uma imagem empoderadora do feminino para a atualidade: verdade, coragem, lealdade, honra. Junto deles, uma característica que toda mulher possui: ser uma fênix, renascer das cinzas após cada morte na jornada. Torcendo para que a representatividade do povo Chinês seja honrada, sem xenofobismo e sem os grandes clichês de sacrifício.

11. The Scully Effect (Efeito Scully – 2018): Para quem foi e ainda é fã do Seriado: The X-FILES, esse vídeo merece ser relembrado por todo o histórico de empoderamento e representatividade feminina que a personagem Dana Scully (Gillian Anderson) deixou como legado na vida de muitas mulheres. O movimento chamado “Efeito Scully” influenciou e incentivou mulheres de diferentes idades e países a assumirem profissões que antes eram ocupadas apenas por homens, em áreas como: ciência, tecnologia, matemática, física e engenharia. Alguns exemplos de histórias reais de mulheres, inspiradas pela personagem, são mencionadas com emoção. Além disso, Gillian Anderson permanece engajada até hoje em movimentos de empoderamento feminino e igualdade de gênero. [Vídeo apenas em Inglês]

Por Luciane Strähuber – Terapeuta Integrativa e Educadora da Terapêutica Integrada

Fonte complementar: 1. Geena Davis Institute: Pesquisa sobre personagens femininos 2020 | 2. Festival Plural Plus (You Tube) | 3. The X-Files (You Tube)

Leia também: 1. Filmes que abordam o Feminino Sagrado: cura para o inconsciente – Parte 1 | 2. Filmes, Documentários e Séries de TV que abordam o Feminino Sagrado – Parte 2 | 3. Filmes, Documentários e Seriados que abordam o Feminino – Parte 3

Quer saber mais sobre o resgate e fortalecimento do princípio feminino que habita em você? Agende uma orientação personalizada através de uma Consultoria Terapêutica Feminina. Conheça a Onoratas Consultoria Integrada e nossos Serviços Online.

Deixe um comentário com amor!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.