Artigos

Água Mineral Ionizada + Pensamentos e Sentimentos Equilibrados: Saúde para toda vida!

Artigo atualizado em Fevereiro/2021

Após verificar inúmeras postagens sobre água ionizada nas Redes Sociais e outras mídias, além de depoimentos e vídeos do famoso Dr. Lair Ribeiro aqui no Brasil, resolvi pesquisar mais a respeito para trazer esta informação às pessoas que ainda desconhecem o assunto, mas também complementando o tema com minhas experiências e pontos de vista.

Quando se fala em água ionizada, se fala na “pedra negra” para ser colocada na água, auxiliando assim no seu processo de mineralização,  alcalinidade e, consequentemente, no aumento do seu PH. A “pedra negra” nada mais é do que a turmalina negra, utilizada para desbloquear as energias “mais densas” dos chacras (centros energéticos do corpo), auxiliar no “selamento” do campo eletromagnético (devido às radiações eletromagnéticas nocivas) e, principalmente, elevar a nossa energia vital por ser uma pedra capaz de liberar íons negativos para a água.

Entenda por íons negativos todo ambiente que nos faz bem, que nos traz muito prana e aumenta a nossa vitalidade. Como exemplo, um local limpo e preservado onde habita uma cachoeira pode conter até 5.000 íons negativos. Já nossos apartamentos e casas podem conter em torno de 50 ou mais íons negativos, uma quantidade bem menor do que locais na natureza.

Em âmbito de saúde, ingerindo uma média de 8 copos de água ionizada com turmalina negra, diariamente, você pode estar prevenindo alguns problemas e doenças como: dores em geral (causa alívio), artrite, cãibras, alergias de pele, colesterol, diabetes, gastrite, constipação intestinal, má digestão e azia, obesidade, intoxicação por agrotóxicos (neutraliza), osteoporose, pressão alta, stress, entre outros.

Turmalina negra polida

Esta água também pode ser utilizada para o preparo de qualquer alimento, assim como sucos, café, chimarrão, etc, não tendo nenhuma contra-indicação quando ingerida. A turmalina negra, também chamada de “pedra elétrica”, emite corrente elétrica permanente, infravermelho longo e íons negativos. É rica em treze minerais importantes para o corpo, atuando diretamente no sistema digestivo, na circulação, respiração e lubrificação dos órgãos.

A única observação que faço é que, se você for adquiri-la em pedaços menores, procure as que forem mais polidas ou roladas, uma vez que as pedras em estado bruto podem esfarelar e deixar esses resíduos na água. Algumas marcas de filtros de água mineral disponibilizam um kit de turmalinas negras já dentro de um recipiente com micro furos, para que não haja risco das possíveis partículas da pedra serem ingeridas.

Lembrando que as pedras de turmalina devem ser lavadas e colocadas na terra por 24h, para serem descarregadas e, posteriormente, expostas ao sol, por um período mínimo de 2 horas, para sua energização. Após esse processo de “descarga elétrica”, podem ser reutilizadas sempre.

Turmalina negra bruta

De acordo com minha experiência nos atendimentos terapêuticos com os cristais e na minha rotina pessoal, já realizo este hábito há muito tempo, incluindo a mineralização e o equilíbrio do PH da água com pedras como ametista, quartzo rosa, quartzo branco ou quartzo de rocha, cristais esverdeados como: turmalina verde, quartzo verde, aventurina e amazonita. Estas são pedras para muitos tipos de problemas e desequilíbrios (os quartzos também tem a propriedades de serem piezoelétricos), todas elas de alto poder curativo, cujas experiências através destes “elixires” foram sempre benéficas em vários aspectos, atuando a nível físico, emocional, mental e energético no corpo.

Ao estudarmos sobre gemologia e a composição mineral de certas pedras como a turmalina negra, observamos as suas propriedades terapêuticas e também minerais em sua composição, o que facilita a sua utilização junto à água para os processos de mineralização e purificação do corpo, aumentando assim a energia vital pelo aumento dos íons negativos que se deslocam e se mantêm na água.

A RELAÇÃO DO PH DA ÁGUA COM O NOSSO SANGUE

Segundo pesquisas de várias fontes, o PH de nosso sangue está em torno de 7,35 e 7,4. Assim, para que tenhamos resultados curativos através da ingestão da água, necessitamos que esta tenha um PH NEUTRO, o que corresponde ao valor de 7. Ideal seria que fosse no mesmo valor do PH do nosso sangue ou um pouco mais, isso porque quando a água chega no estômago, interagindo com o suco gástrico que é ácido, perde uma parcela deste PH.

Portanto, para que tenhamos uma vida saudável, prevenindo doenças, necessitamos de uma alimentação mais alcalina, mas principalmente, se conseguirmos atingir isso com a água que bebemos, já que o corpo humano é formado por mais ou menos 80% de água, os resultados serão mais benéficos e positivos.

Abaixo, segue uma pesquisa relacionando as principais marcas de água do mercado aqui no Sul do Brasil e o valor do seu respectivo PH. É claro que mais importante que isso é sabermos a procedência desta água, como ela foi transportada, qual o seu prazo de validade, como é acondicionada e se não foi adulterada para atingir um PH maior. O transporte é importante porque o plástico em contato com o calor, por si só, leva à água três componentes tóxicos, alterando assim o PH geral. Para isso, sugiro buscar sempre os testes desenvolvidos por instituições reguladoras como o INMETRO e a ANVISA. Seguem as marcas, o seu respectivo PH e a cidade cuja fonte são coletadas.

  • DO CAMPO – PH 6,30 (Lajeado)
  • ÁGUA DA PEDRA – PH 7,7 (Lajeado)
  • ELAN – PH 6,10 (Caxias do Sul)
  • BOCA DA SERRA – PH: 8,54 (Caxias do Sul)
  • ITATI – PH 8,67 (Caxias do Sul)
  • VIDA LEVE – PH: 6,92 (Canoas)
  • PURITTÁ – PH: 5,40 (Novo Hamburgo)
  • FONTE DA LOMBA – PH: 7,50 (Novo Hamburgo)
  • FONTES DE BELÉM – PH: 5,82 (Porto Alegre)
  • DA GUARDA – PH: 6,10 (Santa Catarina)
  • SANTO ANJO – PH: 8,25 (Santa Catarina)
  • CRISTALINA – PH: 7,50 (Santa Catarina – Aquífero Guarani)
  • SARANDI – PH: 9,35 (Barra Funda)

Estejamos atentos também ao gosto, pois a água que é pura e possui um PH mais elevado não pode ter gosto ou cheiro, apenas no caso das bicarbonatadas, quando sentimos o gosto leve do bicarbonato de sódio, natural de sua composição. A única ressalva para as águas com bicarbonato é que possuem em teor de sódio mais elevado. Portanto, o caminho do meio é sempre melhor: um PH em torno de 7 ou um pouco acima já está de bom tamanho! Para aqueles que desejarem, existe à venda no mercado o medidor de PH de água, de fácil manuseio, que pode facilitar a avaliação.

PENSAMENTOS E SENTIMENTOS EQUILIBRADOS

Também trago este assunto com o objetivo de ressaltar o que muitos esquecem: nossos pensamentos e sentimentos, quando alimentados de forma negativa, depreciativa e muito crítica, também intoxicam nossas águas interiores e, principalmente, nosso corpo físico, mental e emocional.

Como exemplo, cito o caso de um médico ortomolecular que, mesmo com uma alimentação perfeita e natural, exemplo de vida para seus pacientes, faleceu de câncer. Sabemos que ainda existem outros fatores que podem nos intoxicar: estresse, medicamentos, produtos de limpeza, de beleza e higiene em geral, agrotóxicos e pesticidas, poluição do ar e eletromagnética, enfim, todos os excessos capazes de nos afastar da fonte de energia vital original. [Saiba mais sobre Caminhos Auxiliares na Desintoxicação de Alumínio e Metais Pesados].

Contudo, uma das mais conhecidas relações entre a água e os nossos pensamentos/ emoções foi a pesquisa desenvolvida por Masaru Emoto, a qual ele nomeou de “Memórias da Água”. A seguir, você pode ter uma ideia do quanto a forma harmônica ou desarmônica das moléculas de água, assim como a vibração e a sua tonalidade – que foram congeladas e colocadas em um microscópio – falam mais do que mil palavras. Ao longo de décadas, outros inúmeros testes foram realizados, inclusive com alimentos e outros materiais orgânicos. Atualmente, um ramo que estuda diferentes frequências de som na água e em materiais líquidos e sólidos é a Cimática.

Moléculas da água e as estações do ano

Então, uma boa fórmula para a saúde integral seria: alimentação saudável e orgânica (sempre que possível) + água mineral alcalina e ionizada + exercícios físicos (para não enferrujar e manter o CHI ativo) + pensamentos e emoções equilibradas = alcalinidade do sangue e da vida, mais alegria de viver e paz de espírito!

Se ainda não vivemos em um mundo totalmente sustentável, com maior demanda de produtos orgânicos e biodegradáveis, com maior incentivo às comunidades que se apóiam, que fomentam projetos sustentáveis e de evolução social, façamos nossa parte despertando a consciência, buscando conhecimento e também auxiliando aqueles ao nosso redor, levando nossas experiências apreendidas para que as futuras gerações dêem continuidade à construção do que foi o primeiro passo dado por nós!

Recursos e opções são crescentes à cada instante, basta nos informarmos e irmos fundo nas pesquisas. O mundo virtual nos traz hoje vasta informação sem sairmos de casa. Se a industria só produz aquilo que consumimos, produzirá aquilo que exigirmos de acordo com as nossas necessidades em prol de mais saúde e qualidade de vida. Somos as raízes e a fundação para as futuras gerações!

Por Luciane Strähuber – Terapeuta Integrativa, Consultora e Educadora da Terapêutica Integrada

Quer saber mais sobre tratamentos e alimentação desintoxicante? Conheça meu trabalho e agende uma orientação personalizada através de Consultoria Terapêutica Online! Terei o prazer em ajudar!

3 comentários em “Água Mineral Ionizada + Pensamentos e Sentimentos Equilibrados: Saúde para toda vida!”

Deixe um comentário com amor!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.